terça-feira, 20 de novembro de 2012

Amores e Reencontros


Quando começa a tocar aquela musica, você está olhando fixamente para a foto daquela pessoa que te faz voltar a sentir calafrios, aqueles que pulsam em um lugar sobre seu diafragma e fazem todo o seu peito palpitar. Sim, essa mesma sensação que você reencontrou depois de anos, depois de achar que não seria mais capaz de voltar a ter sentimentos puros, depois de você quase ter perdido a fé no ser humano, no ser que te faz amar e depois te vira as costas e te faz sentir essas palpitações já citadas só que de outra maneira, em uma batida dolorosa, que palpita machucando seu peito.

Reencontrar o sentimento que te faz sorrir a toa, reencontrar aquele motivo simples que te faz suspirar no meio do dia, naquele momento em que você está concentrado em outra coisa, e a imagem daquele sorriso e o gosto gostoso daquele beijo roubado passam de relance pela sua fronte, e a gente para o que está fazendo e suspira, com aquele sorriso discreto no canto da boca, nossa boca, que nos faz lembrar daquele gosto suave, o gosto do beijo que você roubou e quando chegou em casa tratou de passar o rosto sobre seu travesseiro pra ver que aquele cheiro ficava por ali, pra voe dormir com aquela lembrança.

Quando toca aquela musica que te faz parar tudo que está fazendo e começar a escrever, e durante esse momento em que você lembra das sensações, da textura do toque, do sorriso fácil e daqueles olhos, AHHH aqueles olhos que eu tenho vontade de olhar durante horas a fil, aqueles olhos por onde tenho vontade de entrar e desvendar cada mistério, descobrir seus segredos e embarcar no mundo que ele enxerga. Ahhh aqueles olhos que me fazem ir dormir e acordar pensando quanto tempo vai levar pra eu poder vê-los, pra eu poder perceber que eles olham pra mim com a mesma vontade, e com a mesma certeza.

Uma musica que me traz sentimentos e sensações de reencontros, ou um simples encontro, aquele mesmo que é capaz de fazer você parar de enxergar tudo que está a sua volta, aquele que faz você se imaginar dentro de um filme, a musica que faz você imaginar a cena do reencontro escutando a musica, a musica... ah musica, arma poderosa que tem o dom de nos fazer fechar os olhos e embarcar pra longe, pros braços da dona daquele gosto gostoso e daqueles olhos, que você quer rever, qu você quer tocar, que você quer sentir, que você quer simplesmente amar.

E pra quem quer saber, a musica que eu escutava no momento que escrevia esse texto a musica está nesse link http://www.youtube.com/watch?v=lrF814OnFQ4&feature=plcp , e a pessoa que me inspirou foi a primeira a ler esse texto. de quem eu ouvi um suave e encantador " não sei o que dizer ...  foi lindo " . Te amo viu

Um comentário: